sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Conserva De Alho da Paula

Essa receita foi minha melhor amiga que me ensinou. Ela me contou uma história de quem ensinou a ela foi uma senhora e que eu tinha que escrever no meu caderno de receitas que foi a tal senhora que lhe ensinou. Me recusei. Pra mim, a conserva de alho sempre será da minha linda amiga Paula, que cozinha muito bem, mas se torna extremamente esquecida quando o quesito é o sal no seu ovo mexido. Ah, amiga! Te amo! 

O gosto de alho não fica forte e é um aperitivo muito gostosinho. Pra quem curte, é uma excelente opção (além de ser light)!

Conserva de Alho
(adaptada)

Ingredientes:

. 1/2 kg de alho
. 500 ml de vinagre de maçã
. 1/2 copo (americano) vinho branco seco
. 1 copo (americano) de água
. 4 folhas de louro
. 2 colheres de café de orégano
. 20 pimentas do reino brancas
. 20 pimentas da jamaica (não achei, usei pimenta rosa em grãos)
. 2 colheres de sopa de azeite
. 4 colheres de café de açúcar
. 2 colheres de chá de sal
. 1 colher de café de pimenta calabresa

Preparo:

Juntar todos os ingredientes e, ao levantar fervura, colocar o alho. Ferver por 2 minutos com a panela totalmente tampada. Colocar em vidros ainda quente e fechar bem. Deixe descansar por 5 dias antes de servir.



Obs.: Se você achar que tem muito líquido, pode desprezar um pouco. É só coá-lo para que as pimentas não sejam perdidas porque elas afundam na hora do cozimento. A melhor torrada para acompanhar é aquela feita de pão francês. Essa aí foi só pra tirar foto porque aqui em casa não temos o costume de comer pão. Vale trocá-la pela torrada de pão integral. Ah, e esse alho é uma excelente opção pra usar em outros pratos também.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Bolinha da Queijo

Eu sei, eu sei... Não é uma receita nada light, mas quem é que não gosta de bolinha de queijo? Mesmo tentando fazer dieta, eu nunca resisto a esse salgadinho. Eu só costumava comê-lo em festas, mas agora que eu aprendi a fazer, acho que ele fará mais parte dos meus dias de gordinha.


Bolinha da Queijo

Ingredientes:

- Massa:
. 2 copos (americano) de água
. 1 cubinho de caldo de galinha
. 2 copos (americano)  de farinha de trigo
. 1/2 copo (americano) de óleo
. Sal a gosto.

- Recheio:
. 300 g de parmesão picado (ou muçarela, se preferir)
. Orégano a gosto.

- Para Empanar:
. Água gelada
. Farinha de Rosca

Preparo:

Para a massa, coloque todos os ingredientes em uma panela, misture e leve ao fogo (isso evita que a farinha empelote). Mexa até desgrudar do fundo da panela e deixe esfriar. Com a mão enfarinhada, pegue pequenas pedaços da massa, abra na palma da mão e coloque o pedaço de queijo e um pouco de orégano. Depois, enrole e faça bolinhas.
Para empanar, deixe no congelador um pote com água e espere formar uma pequena crosta de gelo em cima. Retire do congelador e quebre essa película de cima e assim a água ficará bem gelada. Isso ajuda a selar a massar e não a deixa quebrar na hora de fritar, ou seja, a bolinha não irá correr o risco de abrir durante a fritura. Passe as bolinhas molhadas na água na farinha de rosca e frite em óleo quente.
Depois é só esquecer as calorias e desfrutar esse pequeno prazer da vida.


Se você achar que são muitos salgadinhos, é só empanar tudo e congelar depois. Quando quiser comer o salgadinho, é só tirar do congelador, esperar descongelar e fritar.

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Chocolate Chip Banana Bread do Panelaterapia

Para o meu primeiro post no blog, quis fazer uma receita que realmente me confortou em uma tarde, o pão-bolo que encontrei no blog Panelateria.

A primeira vez que o fiz eu estava na casa da minha mãe e vi que haviam algumas bananas suplicando para serem consumidas, de tão escuras que estavam. Quando as vi tristes na geladeira, resolvi procurar uma receita fácil, que não sujasse muita coisa e que eu pudesse fazer com os ingredientes que tinha. O resultado não podia ter saido melhor.

Essa é a terceira vez que o faço e eu acabei adaptando a receita ao meu gosto. Virou vício, sabe?

A minha intenção é publicar receitas fáceis, que sejam adaptáveis e gostosas, é claro. Como eu descobri a arte da culinária a pouco tempo, acabo cometendo erros e tento adaptar muita coisa ao meu paladar. Já joguei receitas inteiras no lixo, mas não desisto. Se não deu certo, na próxima dará! Com o tempo e a prática, sei que as coisas que eu fizer ficaram cada vez melhores e eu vou poder receber sorrisos e elogios de volta, o que me dá um imenso prazer.

Meu sonho é um dia poder fazer um curso e quem sabe me tornar uma Chef de verdade, mas por enquanto, sou apenas Pseudo-Chef. Quem sabe um dia eu chego lá?!

Enfim, vamos então ao que interessa, né?

Chocolate Chip Banana Bread
(Receita adaptada daqui)


Ingredientes:
. 100g de manteiga amolecida ou derretida (1/2 xícara de chá)
. 1 xícara de açúcar
. 2 xícaras de farinha de trigo
. 5 bananas
. 2 ovos
. 1 colher de chá de baunilha
. 1/2 colher de chá de fermento em pó
. 1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio
. 1/2 colher de chá de sal
. 1/2 colher de canela em pó
. 1 tablete de chocolate amargo (170g)

Preparo:
Não precisa de batedeira, prepare seu braço e vamos lá.
Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Pique a barra de chocolate em pedaços bem pequenos e coma um pedaço, mas só um, hein?! (a receita original usa chocolate chip, mas eu não encontrei por aqui e resolvi adaptar as coisas. Se achar na sua cidade, fica mais fácil). Reserve.
Amasse as bananas e misture em uma vasilha todos os ingredientes, deixando 2/3 da farinha pro final e o chocolate picado.
Depois, acrescente o resto da farinha e o chocolate picado, misture e despeje em uma forma de bolo inglês untada e enfarinhada (eu já usei a forma que tem o furo no meio e funciona igual, alias, achei até melhor que a de bolo inglês. No fim, use a que estiver a mão que vai dar certo!).
Leve ao forno por aproximadamente 45 minutos ou até que ele fique douradinho por cima.
Espere o quanto puder e desenforme (eu sempre desenformo quente, nunca quebrou).


Obs.: Não se assuste se no seu forno demorar beem mais. A primeira vez que fiz, deixei no forno por 1h e 30mins e mesmo assim não ficou super dourado, mas ficou excelente!
Uma outra dica é o chocolate. Você pode usar o chocolate que quiser: amargo, meio-amargo, ao leite, branco, com castanhas e etc. Eu prefiro o amargo para não ficar muito doce, mas se seu paladar é carente de açúcar, manda ver no ao leite que vai ficar ótimo também!

- Erros da 'Chef':

Eu, como boa iniciante na cozinha, simplesmente ignorei o fato esqueci mesmo da receita levar ovos e na primeira vez que fiz, não os coloquei. Resultado? Deu certo do mesmo jeito! Se por acaso você não os tiver em casa ou não quiser colocar ou esquecer como eu fiz, não se desespere porque ele ficará gostoso do mesmo jeito.